Posts Tagged ‘amigos’

Uns camaradas com sangue Rosso Alfa

13/06/2013

Coluna "DE CARRO POR AÍ" nº 2313

POR ROBERTO NASSER

Melhor que o calculado, quase o dobro dos presentes entre automóveis e alfisti, o II Encontro Alfa Romeo em Caxambu, MG, sedimentou-se como evento oficial da marca, agregado pela prefeitura local e pela Secretaria de Turismo de MG.

Foi no Parque das Águas, em frente ao Hotel Glória. No primeiro, exposição dos veículos, área e vendas para peças, e a barraca do Alfa Clube, com artigos da marca, ótimos em qualidade e design.

No hotel, programa amplo desde coquetel de boas vindas expondo os carros estelares da mostra – FNM Timb, Alfa Romeo 2300 com o motor no.1; protótipo nunca viabilizado do modelo ’87, nunca enviado à produção. Novidade, Alfa Giulietta QV importada pelo mineiro Carlos Berqó: palestras do eng Guilherme Sechinel sobre o uso prático de pneus e óleos lubrificantes de motor, e duas homenagens: ao recém desaparecido alfista Fábio Steinbruch; a Oswaldo Barros, mecânico e colecionador da marca desde sempre.

O Encontro de Alfas exibe diferenciada organização de extremo cuidado, e atinge o ideal antigomobilístico: cenário plano, sem as diferenças notáveis em outros eventos, isenta de manifestações de desnecessária ou inexistente superioridade. A sincronia a todos encanta, criando o clima de camaradagem sempre buscado nestas ocasiões. Caminha para coisa grande pelo crescendo de participantes, qualidade dos veículos e interesse sobre a marca, retratada pela presença do suíço Axel Marx, maior colecionador individual e consultor em história da Alfa.

Apoios do Museu Nacional do Automóvel, do Grupo de Dirigentes de empresas ligadas à Fiat, Câmara Itália-Brasil, cidade de Caxambu, Estado de Minas, e continência na distribuição de prêmios para torná-los disputados. Destes, o Troféu Originalidade, pelo Museu, distingue o veículo que resistiu às novas tecnologias e novos confortos, mantendo intocados os métodos de construção, peças e partes, transformando-se em referência de originalidade – o objetivo
do antigomobilismo. Levou-o para Piracicaba, SP, Luiz Fernando Giocondo Teixeira com 2300 TI4 de 1986. Combinaram-se esforços para festejar os 40 Anos do Alfa Romeo 2300; apoio aos alfisti que se estruturam para ir às Mil Millas Sportivas em Bariloche, novembro, esforço para dobrar presença de colecionadores e veículos em 2015, próximo encontro.

Melhor medida antigomobilista de sucesso? Ninguém deixou Caxambu para ir à grande feira de peças em Lindóia, no setor o mais importante evento. Paixão explica tal grupo, curioso, insólito, mantendo a mítica, a lenda de marca desaparecida do mercado há uma década, levando mecânicos e peças de reposição. Como dizem, o sangue de seus integrantes é comum – e a cor é Rosso Alfa. Mais ? Não precisa.

Anúncios

Olha quem começou a adorar Alfa!

21/12/2011

Olha que legal as fotos que meu amigo Dib Netto de Curitiba nos enviou.

Diz que a bebê agora resolveu gostar da sua 156 SW.

Parabéns ao Dib e à Helga por essa menina linda e de bom gosto! Uma nova Alfista para manter as tradições da família
🙂

Vírus Alfa – incurável e contagioso

23/01/2009
virusalfa1

Foto do virus isolado pela primeira vez na França

 

Amigo contaminado pelo virus Alfa em 1960, achou que tinha conseguido se livrar do vício em 2001 mas teve feia recaída em 2008 (comprou duas Alfas em 2 meses) e pede comovente ajuda a respeito desta patologia ainda tão pouco conhecida pela medicina moderna:

 

“A tal recaída, acontecida em novembro passado, já me fez partir para outra aquisição, fechada na última 6a.feira: uma 156 2.5 V6. Minhas duas e únicas  filhas insistem que estou me tornando um velho idiotizado, em razão dos carros…  Não me importo !!! Todavia, aonde será que vou parar?” 

 

A resposta ao amigo Lindolfo (seu nome foi trocado para preservar a identidade do paciente):

 

…..Aonde você vai parar?

 

Vai parar com um monte de Alfa na garagem e com a cara no computador conversando com idiotizados igual a você, vasculhando sites de vendas de peças, de carros, guardando milhares de fotos, comprando coisas que talvez nunca vá precisar (porque se você precisar jamais iria achar…. )

 

Vai perder tempo parado na frente dos seus carros sorrindo feito um imbecil, e fará trajetos mais longos pra curtir ou pra pegar aquelas retas de asfalto perfeito, com o mesmo sorriso imbecil, olhando os detalhes e impressionado como um carro aparentemente tão comum pode ser tão diferente.

 

Vai se juntar com um monte de gente retardada uma vez por mês e vai se achar normal, e vai pensar que as pessoas da rua devem achar tão incrível ver uma dúzia de Alfa Romeos juntas, como você acha (embora muitas vezes nem notem a diferença entre uma dúzia de táxis no ponto e uma dúzia de alfas). 

 

Enfim, meu amigo, você tentou, mas assim como não existe ex-viado, parece que não existe ex-alfista. Você pode até resistir, mas o vírus é forte e a recaída iminente.

 

Escreve num papel pra suas filhas o seguinte: www.alfaromeobr.com.br, e entrega pra elas guardarem. Orienta que o dia que você bater as botas, elas podem recuperar o dinheiro irresponsavelmente gasto nestes brinquedos para usar para algo mais útil do que fazer sorrir, e explica que você é um viciado e precisa de carinho e compreensão e que não há cura para isso.

 

abraços

Dr. Renato Cunha

residente que se infectou para estudar a patologia sob o ponto de vista do paciente.