Archive for setembro \27\UTC 2010

Dia triste – Fim de uma oficina

27/09/2010

Hoje fui buscar minha 2300 na Mecânica Auto Petropolis. O João abriu o portão e lá estava ela, sozinha, dentro do galpão vazio.

Brincou o João: “essa oficina começou com as Alfas, termina com uma Alfa. Tirei até foto da tua Alfa aí dentro”.

Tirei uma foto também, e levei a 2300. Ao fechar o portão, deu-se por encerrado uma oficina familiar de 02 gerações, referência de Alfas em Porto Alegre. Amanhã será entrege para o Bradesco que fará ali uma nova agência.

A partir de agora, dividem-se os irmãos em duas oficinas, uma do lado (João) e outra na Saturnino de Brito, 284, com seus irmãos.

Pra quem estava acostumado a ver muitas Alfas alguns anos atrás (e nem tantas ultimamente) foi muito triste ver o galpão vazio.

Abraços

Renato Cunha

Anúncios

IL CUORE SPORTIVO RITORNA!

14/09/2010
SENZA IL CUORE SPORTIVO SAREMMO SOLO MACCHINE…

10/09/2010 17h50 – Atualizado em 10/09/2010 19h59 – Alfa Romeo chega ao Brasil em 2012, anuncia chefe do Grupo Fiat – Presidente do Grupo Fiat diz que híbridos da Chrysler chegarão em breve – Grupo quer se tornar o 5º maior produtor de veículos do mundo até 2014.

O presidente mundial do Grupo Fiat, Sergio Marchionne, afirmou nesta sexta-feira (10) que a marca de luxo Alfa Romeo chega ao mercado brasileiro em 2012, quando ela voltará ao mercado dos Estados Unidos. O executivo, no entanto, não falou sobre modelos. Por outro lado, Marchionne anunciou que a Chrysler vai comercializar veículos híbridos (com dois motores, um elétrico e outro a combustão) no país em breve. “A partir do Brasil, vamos comercializar carros híbridos na América Latina”, acrescentou. Segundo o CEO, a Fiat terá acesso a híbridos totalmente desenvolvidos e tecnologias elétricas da Chrysler. Marchionne esteve no congresso da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), em São Paulo. Também participaram do evento o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge, o prefeito da capital paulista, Gilberto Kassab, o presidente da Fiat do Brasil e da Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), Cledorvino Belini, e o presidente da Volkswagen do Brasil, Thomas Schmall.

Alvo é o quinto lugar no ranking mundial – Os investimentos no Brasil e em outros fortes mercados como o dos Estados Unidos fazem parte do plano de expansão do Grupo Fiat, que visa chegar ao quinto lugar no ranking global de produção até 2014, com 6 milhões de unidades produzidas. “Nossa meta é superar em longo prazo o Grupo Volkswagen”, destaca Marchionne, sobre as perspectivas de passar a empresa que poderá se tornar a maior do setor em breve. Por enquanto, a líder mundial é a Toyota. Tal objetivo não seria possível alcançar sem a aliança com a norte-americana Chrysler. “A presença e a experiência da Fiat no segmento de carros menores e da Chrysler nos segmentos de carros médios e grandes permitirá que os grupos combinados ofereçam uma gama completa de produtos para competir em todos os segmentos do mercado”, disse Marchionne em discurso. O presidente mundial do Grupo Fiat não deu detalhes sobre a estratégia de construir uma fábrica da Chrysler na América Latina. Em março, ele havia abordado o assunto durante a inauguração da Case New Holland, produtora de máquinas de agrícolas e de construção que faz parte do grupo, em Sorocaba (SP).

Mercado brasileiro – Marchionne afirmou que passou o dia todo em reunião com líderes de todos os negócios do grupo no país para discutir estratégias para o futuro. Ele não revelou qual será o novo volume de investimentos para os próximos anos – já que o último ciclo, de R$ 6 bilhões, termina este ano —, mas destacou que a meta é aumentar as vendas no mercado brasileiro para 1 milhão de veículos por ano até 2014. “Continuaremos a investir na expansão da gama de produtos e, nos próximos anos, isso irá alavancar os resultados de nossa colaboração com a Chrysler”, destacou. “O Brasil terá uma das contribuições mais importantes para o nosso plano de expansão.”

Fonte: http://g1.globo.com/carros/noticia/2010/09/alfa-romeo-chega-ao-brasil-em-2012-anuncia-chefe-do-grupo-fiat.html

Ajude – Petição publica Museu Brasilia

12/09/2010

Amigos,

Vamos ajudar à preservação de nossa história. Assine também assinando a petição abaixo, a fim de evitar o despejo do MAB (Museu do Automóvel de Brasilia), iniciativa do afista, antigomobilista e advogado Roberto Nasser.

Este museu abriga o primeiro Onça restaurado e também a mais antiga 2300 encontrada até hoje, entre outras Alfas raras.

Petição Moção de Apoio ao Museu do Automóvel de Brasilia.

Para:Presidência da República

Sr. Presidente da República,

O Museu do Automóvel de Brasília tem cumprido de forma exemplar a missão de manter viva, nesta Capital Federal, a história da indústria automobilística – em especial o capítulo brasileiro desta história – promovendo a perenização da cultura e a preservação de parte relevante do acervo histórico brasileiro sobre o tema.

2. Esta nobre missão é realizada por um museu modesto, mas que detêm, dada sua qualidade e diversidade, um dos acervos mais valiosos de todo o país, incluindo exemplares raros de veículos produzidos em série limitadíssima, e últimos exemplares de diversas série de motores produzidos pela indústria brasileira.

3. Por sua relevância cultural, pela importante missão de preservar a história e a memória da indústria automobilística e sua influência na vida moderna brasileira, e pela manutenção, nesta Capital Federal, deste rico e valoroso acervo, manifestamos todo nosso apoio à causa do Museu do Automóvel de Brasília e à sua curadoria, para que este seja mantido em pleno funcionamento, situado em local nobre e em condições plenas para realizar, com excelência, sua relevante missão.

Os signatários

Assine clicando aqui: Petição Moção de Apoio ao Museu do Automóvel de Brasilia,

Esta petição foi criada e escrita pela comunidade Antigomobilistas e amigos do MAB.

Esta petição encontra-se alojada na internet no site Petição Publica que disponibiliza um serviço público gratuito para petições online.
Caso tenha alguma questão para o autor da Petição poderá enviar através desta página de contacto