Vírus Alfa – incurável e contagioso

virusalfa1

Foto do virus isolado pela primeira vez na França

 

Amigo contaminado pelo virus Alfa em 1960, achou que tinha conseguido se livrar do vício em 2001 mas teve feia recaída em 2008 (comprou duas Alfas em 2 meses) e pede comovente ajuda a respeito desta patologia ainda tão pouco conhecida pela medicina moderna:

 

“A tal recaída, acontecida em novembro passado, já me fez partir para outra aquisição, fechada na última 6a.feira: uma 156 2.5 V6. Minhas duas e únicas  filhas insistem que estou me tornando um velho idiotizado, em razão dos carros…  Não me importo !!! Todavia, aonde será que vou parar?” 

 

A resposta ao amigo Lindolfo (seu nome foi trocado para preservar a identidade do paciente):

 

…..Aonde você vai parar?

 

Vai parar com um monte de Alfa na garagem e com a cara no computador conversando com idiotizados igual a você, vasculhando sites de vendas de peças, de carros, guardando milhares de fotos, comprando coisas que talvez nunca vá precisar (porque se você precisar jamais iria achar…. )

 

Vai perder tempo parado na frente dos seus carros sorrindo feito um imbecil, e fará trajetos mais longos pra curtir ou pra pegar aquelas retas de asfalto perfeito, com o mesmo sorriso imbecil, olhando os detalhes e impressionado como um carro aparentemente tão comum pode ser tão diferente.

 

Vai se juntar com um monte de gente retardada uma vez por mês e vai se achar normal, e vai pensar que as pessoas da rua devem achar tão incrível ver uma dúzia de Alfa Romeos juntas, como você acha (embora muitas vezes nem notem a diferença entre uma dúzia de táxis no ponto e uma dúzia de alfas). 

 

Enfim, meu amigo, você tentou, mas assim como não existe ex-viado, parece que não existe ex-alfista. Você pode até resistir, mas o vírus é forte e a recaída iminente.

 

Escreve num papel pra suas filhas o seguinte: www.alfaromeobr.com.br, e entrega pra elas guardarem. Orienta que o dia que você bater as botas, elas podem recuperar o dinheiro irresponsavelmente gasto nestes brinquedos para usar para algo mais útil do que fazer sorrir, e explica que você é um viciado e precisa de carinho e compreensão e que não há cura para isso.

 

abraços

Dr. Renato Cunha

residente que se infectou para estudar a patologia sob o ponto de vista do paciente.

Anúncios

Tags: , , , , , , , , ,

3 Respostas to “Vírus Alfa – incurável e contagioso”

  1. Samira Says:

    Renato,
    namoro um indivíduo contaminado por esse vírus, vou convidar suas filhas para fundarmos um grupo de apoio as mulheres que amam homens que amam Alfa… 🙂 Vc se tornou um colecionador, o vírus alterou seu DNA não há mais volta. Acho que vou colocar Túlio na quarentena 🙂

  2. willian Says:

    ola amigo renato parabens pelo blog!! cara vc me animou em ter uma 164 v6 24v…tambem tinha muito medo da “alfas assasinas de bolso” mas depois que comprei minha 155 super isso mudou,vendo seu relato me encorajou para comprar uma 164 24v…… ufa! pensei que fosse mais complicada as coisas!! menos mal…..quando adiquiri-la darei a noticia! e te agradecerei novamente! forte abraço

  3. .:run4fun:. Says:

    Achei teu blog não sei como e nem sei onde, mas achei!
    Apaixonado por Fiat Uno, sonho em uma 164 24v um dia, como terceiro carro, pois o primeiro é um Mille, o segundo um Uno preparado e o terceiro seria este sonho sobre rodas (espero encontrar uma inteira quando tiver $$$ pra comprar), dei altas risadas ao ler a postagem sobre o Vírus Alfa.

    Realmente, é um vírus e contagioso.

    Meu relato deve-se ao fato de ter sido contaminado por um amigo, que, apaixonado por Fiat Tempra, trocou o seu em um 146 Quadrifóglio. Tirei para dar uma volta e ví-me embasbacado. Numa conversa, outro amigo me leva para uma volta em sua 164… o desfecho é lógico.

    Parabéns pelo blog, estou adicionando aos meus favoritos e linkando-o.
    []’s!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: