Archive for the ‘Alfa Romeo’ Category

O Resgate da 2300 Phantom

29/10/2014

Para quem não conhece, a história desta minha Alfa, ela virou uma lenda tao grande que o Marcos Pereira a apelidou de Phantom, a "alfa fantasma" em restauração a mais de década que ninguém nunca via a não ser em fotos. O carro que comprei e andei por 15minutos, até perder o freio e iniciar um longo processo de restauro, que confluiu demoras intermináveis em cada lugar onde ela foi parar, sem contar os inúmeros retrabalhos mecânicos necessários pelo tempo parada

O ultimo serviço contratado foi a tapeçaria em 2007 (!!!!). Em 2011 cansado da demora, deixei o carro na loja do tapeceiro.

Desde 2012 ficou parada na garagem da casa dele. Já considerava o projeto como perdido.

Resgatada dia 28 de maio, foi para a oficina do Sr. Adão, para terminar elétrica, colocar a rodar e finalizar detalhes. Acreditava que o carro estaria mais deteriorado, foi uma grata surpresa ver ela muito melhor do que esperado.

Obrigado aos irmãos Brugas que sempre estiveram no apoio 🙂

Rcunha

Anúncios

Uns camaradas com sangue Rosso Alfa

13/06/2013

Coluna "DE CARRO POR AÍ" nº 2313

POR ROBERTO NASSER

Melhor que o calculado, quase o dobro dos presentes entre automóveis e alfisti, o II Encontro Alfa Romeo em Caxambu, MG, sedimentou-se como evento oficial da marca, agregado pela prefeitura local e pela Secretaria de Turismo de MG.

Foi no Parque das Águas, em frente ao Hotel Glória. No primeiro, exposição dos veículos, área e vendas para peças, e a barraca do Alfa Clube, com artigos da marca, ótimos em qualidade e design.

No hotel, programa amplo desde coquetel de boas vindas expondo os carros estelares da mostra – FNM Timb, Alfa Romeo 2300 com o motor no.1; protótipo nunca viabilizado do modelo ’87, nunca enviado à produção. Novidade, Alfa Giulietta QV importada pelo mineiro Carlos Berqó: palestras do eng Guilherme Sechinel sobre o uso prático de pneus e óleos lubrificantes de motor, e duas homenagens: ao recém desaparecido alfista Fábio Steinbruch; a Oswaldo Barros, mecânico e colecionador da marca desde sempre.

O Encontro de Alfas exibe diferenciada organização de extremo cuidado, e atinge o ideal antigomobilístico: cenário plano, sem as diferenças notáveis em outros eventos, isenta de manifestações de desnecessária ou inexistente superioridade. A sincronia a todos encanta, criando o clima de camaradagem sempre buscado nestas ocasiões. Caminha para coisa grande pelo crescendo de participantes, qualidade dos veículos e interesse sobre a marca, retratada pela presença do suíço Axel Marx, maior colecionador individual e consultor em história da Alfa.

Apoios do Museu Nacional do Automóvel, do Grupo de Dirigentes de empresas ligadas à Fiat, Câmara Itália-Brasil, cidade de Caxambu, Estado de Minas, e continência na distribuição de prêmios para torná-los disputados. Destes, o Troféu Originalidade, pelo Museu, distingue o veículo que resistiu às novas tecnologias e novos confortos, mantendo intocados os métodos de construção, peças e partes, transformando-se em referência de originalidade – o objetivo
do antigomobilismo. Levou-o para Piracicaba, SP, Luiz Fernando Giocondo Teixeira com 2300 TI4 de 1986. Combinaram-se esforços para festejar os 40 Anos do Alfa Romeo 2300; apoio aos alfisti que se estruturam para ir às Mil Millas Sportivas em Bariloche, novembro, esforço para dobrar presença de colecionadores e veículos em 2015, próximo encontro.

Melhor medida antigomobilista de sucesso? Ninguém deixou Caxambu para ir à grande feira de peças em Lindóia, no setor o mais importante evento. Paixão explica tal grupo, curioso, insólito, mantendo a mítica, a lenda de marca desaparecida do mercado há uma década, levando mecânicos e peças de reposição. Como dizem, o sangue de seus integrantes é comum – e a cor é Rosso Alfa. Mais ? Não precisa.

Reportagem EPTV ao vivo em Caxambu

13/06/2013

Clique aqui para ver a reportagem