Posts Tagged ‘Giulietta’

Uns camaradas com sangue Rosso Alfa

13/06/2013

Coluna "DE CARRO POR AÍ" nº 2313

POR ROBERTO NASSER

Melhor que o calculado, quase o dobro dos presentes entre automóveis e alfisti, o II Encontro Alfa Romeo em Caxambu, MG, sedimentou-se como evento oficial da marca, agregado pela prefeitura local e pela Secretaria de Turismo de MG.

Foi no Parque das Águas, em frente ao Hotel Glória. No primeiro, exposição dos veículos, área e vendas para peças, e a barraca do Alfa Clube, com artigos da marca, ótimos em qualidade e design.

No hotel, programa amplo desde coquetel de boas vindas expondo os carros estelares da mostra – FNM Timb, Alfa Romeo 2300 com o motor no.1; protótipo nunca viabilizado do modelo ’87, nunca enviado à produção. Novidade, Alfa Giulietta QV importada pelo mineiro Carlos Berqó: palestras do eng Guilherme Sechinel sobre o uso prático de pneus e óleos lubrificantes de motor, e duas homenagens: ao recém desaparecido alfista Fábio Steinbruch; a Oswaldo Barros, mecânico e colecionador da marca desde sempre.

O Encontro de Alfas exibe diferenciada organização de extremo cuidado, e atinge o ideal antigomobilístico: cenário plano, sem as diferenças notáveis em outros eventos, isenta de manifestações de desnecessária ou inexistente superioridade. A sincronia a todos encanta, criando o clima de camaradagem sempre buscado nestas ocasiões. Caminha para coisa grande pelo crescendo de participantes, qualidade dos veículos e interesse sobre a marca, retratada pela presença do suíço Axel Marx, maior colecionador individual e consultor em história da Alfa.

Apoios do Museu Nacional do Automóvel, do Grupo de Dirigentes de empresas ligadas à Fiat, Câmara Itália-Brasil, cidade de Caxambu, Estado de Minas, e continência na distribuição de prêmios para torná-los disputados. Destes, o Troféu Originalidade, pelo Museu, distingue o veículo que resistiu às novas tecnologias e novos confortos, mantendo intocados os métodos de construção, peças e partes, transformando-se em referência de originalidade – o objetivo
do antigomobilismo. Levou-o para Piracicaba, SP, Luiz Fernando Giocondo Teixeira com 2300 TI4 de 1986. Combinaram-se esforços para festejar os 40 Anos do Alfa Romeo 2300; apoio aos alfisti que se estruturam para ir às Mil Millas Sportivas em Bariloche, novembro, esforço para dobrar presença de colecionadores e veículos em 2015, próximo encontro.

Melhor medida antigomobilista de sucesso? Ninguém deixou Caxambu para ir à grande feira de peças em Lindóia, no setor o mais importante evento. Paixão explica tal grupo, curioso, insólito, mantendo a mítica, a lenda de marca desaparecida do mercado há uma década, levando mecânicos e peças de reposição. Como dizem, o sangue de seus integrantes é comum – e a cor é Rosso Alfa. Mais ? Não precisa.

Anúncios

Estudo Centro Stile – Alfa Giulietta

23/12/2010

A Alfa Romeo Giulietta, finalmente lançada neste ano de 2010 e considerada por muitas publicações européias o melhor carro do segmento teve uma longa gestação. Era para ter sido lançada em meados de 2006 ou 2007 como sucessora da Alfa 147, e seria chamada de 149.

Abaixo, algums estudos de estilo feitos pelo Centro Stile, o centro de design da Alfa Romeo até 2009, que foram divulgados pelo site www.autoblog.it

Notem que no primeiro desenho a semelhança a àrea envidraçada da Alfa 145, deve ser algo bem antigo. Posteriormente, modelos que parecem nada mais do que um facelift da 147. Os estudos baseados na 8C Competizione deram o desenho definitivo, e podemos ver algumas soluções que não se mostraram viáveis no modelo de série.

Divulgados detalhes da Alfa Romeo Giulietta

07/02/2010

Divulgado ontem os segredos técnicos da Alfa Romeo Giulietta, substituta da Alfa Romeo 147, que será apresentada no salão de Genebra (04 a 14 de março) e chega ao mercado italiano em abril.

O carro vem em uma plataforma totalmente nova, chamada de COMPACT que será a base de todos os futuros modelos de C da Fiat, do Bravo e Lancia Delta até o carro que irá substituir o Multipla.

Não só a plataforma COMPACT vem com um conceito de grande flexibilidade, com a capacidade de alternar facilmente entre tração dianteira e tração nas quatro rodas, como será capaz de receber uma base mecânica para uma nova geração de modelos Jeep e Dodge. A mesma flexibilidade permite aumentar ou diminuir a distancia entre eixos, permitindo uma gama de projetos enorme.
O objetivo no qual que se detiveram os técnicos de Turim foi a de combinar performance com segurança, com a utilização de materiais leves como alumínio (quase 4% do total do carro, principalmente na travessa frontal), magnésio e aços de alta resistência .

Felizmente nesta base, que irá servir para todas as marcas do grupo, houve um extenso trabalho para dar à ela características coerentes com a história da Alfa Romeo. A suspensão traseira, em particular, é um multilink completamente novo, desenhado para atender da melhor maneira um comportamento esportivo à altura do desempenho do motor 1750cc de 235 CV´s. O novo compacto da Alfa Romeo foi criado para satisfazer os clientes que querem o máximo de desempenho dinâmico e também as pessoas que querem um sedan que se distingue pelo estilo e por um elevado grau de conforto.

As dimensões do novo carro buscam manter uma ótima habitabilidade e com um porta-malas grande (350 litros). As dimensões do veículo são: comprimento: 4,35m, altura: 1,46 m largura: 1,80 m entre eixos: 2,63 m. Para comparação, a Alfa Romeo 156 possui comprimento: 4,43m, altura: 1,41m, largura: 1,74, e entre eixos: 2,59m.
Os engenheiros da Alfa garantem que a Giulietta vai ser o carro mais ágil em sua classe, com a dirigibilidade e conforto um nível acima dos alemães BMW Série 1 e Audi A3. No lançamento estarão disponíveis cinco motorizações, todas turbo, atendendo as normas Euro5 e equipadas com o sistema padrão “Start & Stop” para reduzir o consumo e emissões: três a gasolina (1.4TB 120cv, 1.4TB Multiair de 170cv e o excelente TBi 1750 de 235cv, reservado ao modelo Quadrifoglio Verde) e duas a diesel (1.6 JTDM 105cv e 2,0 JTDM 170cv).

Abraços

Renato Cunha