Posts Tagged ‘24v’

Alfa 156 V6 com escapamento Supersprint

03/10/2010

Esse Supersprint de aço eu trouxe da europa, foi trabalhoso de encontrar, mas valeu a pena.
Queria esta marca pois, além de ser italiano, é considerado o melhor escapamento para Alfa Romeo.

O som não é escandaloso, atende às normas TUV de emissão sonora europeias. O produto é absurdamente bem feito e bem acabado.

Tiramos o terminal intermediário da 156, colocando um cano direto e instalamos o terminal em Curitiba.
Depois de um tempo de uso, atingiu todo seu potencial sonoro.

É muito legal, ele não se sobrepõe ao som do motor. Ontem à noite filmei uma volta na quadra com ele. O som fica bastante alterado no vídeo, mas dá pra ter uma idéia. É legal ver as reduzidas e trocas de marcha.

Abraços

Renato Cunha

A mais impressionante 156 já feita

29/01/2010

Em 2000 o construtor italiano Scuderia Coloni (http://www.scuderiacoloni.com ) fez este protótipo único para promover o Grupo E de Formula Livre da FIA. O carro chamava-se Coloni S1 Alfa Romeo 156, ou 156 MAXITURISMO.

Esta unidade tem chassi tubular e carroceria de fibra de carbono, com um câmbio sequencial de 6 marchas Hewland/Coloni e motor central Alfa Romeo V6 3.0 24V de produção, preparado para render 440hp.

Para comparação, as 156 DTM possuíam entrer 250 e 306hp

DESEMPENHO
Com um peso entre 800 e 900kg, era capaz de alcançar os 310km/h.

No circuito de Jamara (Espanha), pilotado por Luis Villamil y Antonio Garcia em uma pista fria e com carro sem regulagens estudadas, marcou 1:34s. Para comparação, naquele ano a pole position na categoria FIA GT, o Chrysler Viper de Larbe havia feito 1:30s

Em um teste no circuito de Magione, fez um tempo de 1:11s, quando os F3000 faziam tempos ao redor de 1:04s, o que mostra claramente o potencial deste protótipo com o mítico V6 Alfa Romeo.

A MAXITURISMO

O campeonato Grupo E, ou Maxiturismo foi a idéia de uma stock car européia onde todos os carros correriam com chassi desenvolvido pela Coloni, e cada marca colocaria sua própria carroceria e motorização. A idéia era criar um campeonato de turismo de alto nível, mas barato e com carros muito competitivos entre si.

No principio muitos fabricantes mostraram interesse, mas logo a interesse diminuiu e a idéia Infelizmente não prosperou. O preço total do carro rondaria os EUR 300.000.

QUE FIM LEVOU?

O carro foi então vendido para a Holanda, onde disputou corridas locais, e hoje se encontra à venda: http://www.mroks.com/

Para quem sempre quis ter uma PROCAR (que está no museu da Alfa Romeo) essa é uma boa oportunidade na não? Preço sob consulta……. 🙂

Monumento à venda? ESSA 164?

15/01/2009
A bela do posto está à venda?

A bela do posto está à venda?

Essa 164 é, para os paulistas, talvez o ‘patrimônio’ Alfista mais ‘público’ da cidade. Pertence ao dono do posto Shell da Washington Luiz, próximo ao Aeroporto de Congonhas. Belíssima, sempre bem cuidada, brilhando, e arrogantemente bloqueando uma bomba de gasolina, está sempre disponível aos meus olhos bobos quando passo ali. Nada menos que quatro anos atrás, quando ainda morava na paulicéia, tentei falar com o dono, convidar para encontros, e saber se teria interesse em vender a preciosidade. Não tive sucesso em nenhuma frente.

Me contentava a passar por ali em direção ao aeroporto e avistar a lindeza. Eterna desde que a encontrei. À anos levando seu proprietário pro trabalho e pra casa. Pelo estado do carro, nada muito mais que isso.

Ontem, depois de mais uma viagem bate-e-volta profissional, me surpreendo ao ver o monumento com plaquinha nos vidros, Vende-se? Que mais poderia ser?….. Seria o fim deste “monumento” que já é propriedade visual dos alfistas de são Paulo?

Fotografei, e segui triste para congonhas, pensando que provavelmente não terei mais a bela visão desta 24V azul nas minhas passagens pela ‘capital nacional’.